Você já assistiu aquele filme famoso chamado “Beethoven”, lançado no fim do século XX??! Para aquele que não sabe, é um filme sobre um encantador cachorro denominado Beethoven que pertence à raça São Bernardo. Graças ao filme, a fama desta raça aumentou consideravelmente e ganhou a estima de muitas pessoas ao redor do globo!
Barry foi o cão que mais se destacou no que tange aos cães de resgates. Ele foi treinado por eremitas, bem como vários outros espécimes da espécie “São Bernardo”. Esse valente cão salvou mais de quarenta pessoas em toda sua vida e, como reconhecimento de sua coragem, foi empalhado e apresentado no hall de ingresso ao Museu de História Natural de Berna.
É usual vermos figuras de São Bernardos portando uma pequena caixa atada em seu pescoço, tal como um kit de resgate. O caso é que eles nunca usaram aquela pequena caixa Estes salvamentos decorriam em agrupamentos de quatro cachorros: dois deles ficavam esquentando a pessoa ferida, outro ficava lambendo-a para revigorá-la e o outro ia atrás de amparo humano. Isso que é trabalho em grupo!

Origem e História do São Bernardo

Originado dos Alpes Suiços, o São Bernardo é um cachorro que provém diretamente dos antigos Molossos de Roma e possui atributos, mesmo que atualmente sejam bastante modificados, dos cachorros Dogue Alemão, o Bloodhound e o Mastiff. Existia um lugar onde, impreterivelmente, os viajantes dormiam, chamado “Hospice du Grand St. Bernard”, este era um minúsculo mosteiro de onde se originou a nomenclatura da espécie que atualmente observamos.
Contudo também tenha sido inicialmente usado para apoiar a puxar trenós e, ainda, como um cachorro para companhia.
Segundo pesquisadores, foi apenas no século dezoito, que essa raça foi utilizada em resgates, ainda assim existem relatos que a sua aceitação sucedeu em meados do século XVII! É conhecido que ele não somente achava as vítimas enterradas sob a neve, porém ainda trazia socorro e resguardava a vítima dos perigos naturais, bem como o frio.

Características Físicas do São Bernardo

caracteristicas-sao-bernardo O São Bernardo é um cão excessivamente robusto, de estrutura dos músculos muito robusta e resistente. Por conta disso, ele é muito resistente ao clima frio e a situações adversas. Existem São Bernardos que chegam a pesar noventa quilos, especialmente os machos com uma pelagem extensa e ampla, e ainda pode existir os cachorros de pelagem vasta e pequena. A estatura mínima dessa raça é de setenta centímetros na cernelha para machos e sessenta e cinco centímetros nas fêmeas, conseguindo chegar a no máximo 90 centímetros em sua estatura completa.
As orelhas deles são muito icônicas, sendo em um formato de triângulo, bem maiores se comparadas às outras espécies!
É bastante frequente vermos o São Bernardo na coloração esbranquiçada, com uma capa “ferrugem” próxima das costas e algumas manchas escurecidas em seu focinho, além da orelha e do olho. Seu pelo, frequetemente, é resistente e alisado. Não muito habitual, podemos identificar ainda os de coloração avermelhada e branca, além do pardo. Há, também, o intitulado “colar”: uma cor bastante clara ou bem escura ao redor de seu pescoço.

Temperamento do São Bernardo

guia-sao-bernardo O São Bernardo é um cão fiel, amável, afável e muitíssimo manso com as pessoas! Foi por isso que ele foi utilizado como um cachorro salva-vidas. Ele é muito dócil até mesmo com estranhos! Ele é muito amigo da família, chegando a ser muito possessivo ainda por cima.
Ele é um cachorro alegre e que está sempre disposto a uma boa brincadeira – ainda que ele nunca seja fundamentalmente levado. Toda vez que o seu dono se afasta, ele acredita tem a obrigação de guardar o seu domínio, por isso ele é inclusive um impecável cão de guarda, intimidando qualquer estranho e alarmando no momento que for necessário.
Um ponto curioso é o fato de ser tranquilamente adestrado, estando na centésima décima terceira posição do ranking das raças de cachorro mais inteligentes do planeta. Este exemplar é capaz de assimilar uma ordem nova pela reinteração, ou melhor, dê comandos a ele de maneira incisiva e ele absorverá o que está sendo ordenado. Em alguns casos, mais especificamente 33%, ele compreende um comando na primeira tentativa.

Vantagens em se ter um São Bernardo

Ele sempre aumenta a sua precaução sempre que se sente um cachorro protetor. Seja em sua residência ou fora de casa, devido a seu impulso natural de ser um cachorro de salvamento, ele fica toda hora vigilante se, por acaso, algum imprevisto aconteça.
Ele ama a meninada, isso é de conhecimento de todos! porém, ele se sente mais aconchegado com a pessoa que ele enxerga como um “pai”, ou melhor, caso você almeje um cão para lhe fazer acompanhamento, o São Bernardo é o espécime mais que apropriado! Contudo ele sempre gosta de distribuir carinho e proteção a todas as pessoas da família, sendo muito extrovertido e bastante sociável.
Ainda que ele se adapte com muita espontaneidade a pequenos espaços, o aconselhado é que ele possua uma quantidade considerável de espaço para desfrutar, sendo fundamental que você leve-o para caminhar até quatro vezes por semana.

Pontos fracos do São Bernardo

Fique esperto a certos sintomas que o seu cão pode expressar! Ele deve manifestar um enorme problema de má formação da ligação da cabeça do fêmur com a bacia. Para evitar todo tipo de constrangimento, leve o seu cachorro ao veterinário reiteradamente, também, quando filhote com o intuito de fazer exames de prevenção.
Um tumor nos ossos pode ser outro problema que o seu São Bernardo é capaz de manifestar, muito facilmente, após os cinco anos. A disfunção é capaz de estar mais adiantada, caso o seu cachorro esteja com muita dor e acabrunhado.
Esse cachorro não se acostuma bem em países de temperatura quente, pois eles podem desenvolver piodermatite – uma infecção que ocorre em função do excesso de umidade. A chuva é extremamente ruim para o cão, eles são intensamente sensíveis a umidade climática, ou melhor, até a limpeza deve ser regrada: o banho deve ser exclusivo a uma vez a cada mês.
A quantia de ração ainda deve ser balanceada: o recomendado é que você pesquise um profissional para saber a quantia recomendada de alimentação que seu São Bernardo deve consumir, pois, caso esteja desequilibrada, pode ocasionar uma Torção Gástrica.
A epilepsia é um problema bem normal nessa raça – que não possui cura e provoca convulsões as quais são capazes de ser controlados com medicamentos. Aconselha-se que este cão não seja posto para procriação, se possuir esse problema.

Como tomar conta de um São Bernardo

Esse cachorro necessita de atividades físicas diariamente com a finalidade de evitar problemas derivados da obesidade. Contudo, não é uma função simples: essa raça exaure com simplicidade, devido ao seu físico gigantesco, o qual o faz andar lentamente, isto é, esta atividade irá levar um tempo além da conta.
Caso você decida comprar um exemplar deste, saiba que você precisa de muito espaço.
Prepare seu bolso – em razão do seu porte grande, o São Bernardo é um cão que tem um custo elevado em relação a sua alimentação. Conceda a ração mais apropriada para evitar problemas habituais à espécie e veja um veterinário para saber qual a quantidade ideal a fim de que seu cachorro não fique obeso.
O São Bernardo tem a propensão de salivar muito e alguns cuidados devem ser ponderados com a finalidade de preservar a limpeza de casa.
Ao pentear o seu São Bernardo, concentre-se na sua cavidade bucal e seus olhos, pois o pelo dele pode concentrar vários nós e imundícies ao longo do pelo; e este cuidado necessita de ser todos os dias.

Filhotes de São Bernardo

filhote-sao-bernardo As crias do São Bernardo carecem de um apoio veterinário rigoroso por causa do seu desenvolvimento acelerado. O filhote de São Bernardo carece de ingerir alimentos ricos em proteínas e fontes de cálcio, porque sua constituição óssea e sua musculatura têm necessidade de um cuidado maior. Se não nutridos da forma correta, essa espécie consegue gerar uma descalcificação e a displasia pode aparecer em seu cão. Entretanto jamais procure executar essa suplementação por conta própria! O veterinário é o especialista mais indicado para orientá-lo nessa inquirição. Somente ele saberá o que seu espécime precisa, indicando a marca mais adequada e a quantidade correta.
Outra questão bastante essencial é instruir os comportamentos apropriados ao São Bernardo desde bem novo, estabelecendo limites e advertindo o hábito errado de seu cãozinho, com o intuito de que ele se torne, assim, um animal de estimação menos problemático no futuro.
Quando for comprar um filhotinho, são apresentados alguns quesitos primordiais que você deve prestar atenção: Escolha os mais fortes, os avantajados, que tenham um crânio avantajado, uma cor preta no seu focinho e que possuam uma incrível função motora inclusive.

São Bernardo – Aprenda tudo sobre
Avalie esta postagem
São Bernardo – Aprenda tudo sobre

Post navigation


Deixe uma resposta